Automação SAA SÃO GABRIEL

INTRODUÇÃO

Atendendo a demanda da São Gabriel Saneamento S.A., empresa pertencente ao grupo Solví, uma das maiores holdings nacionais no setor de soluções para engenharia e meio ambiente, a RoqueCorreia, Automação realizou o fornecimento de mão de obra para a modernização / implantação do sistema de automação do SAA na cidade de São Gabriel / RS.


O DESAFIO

Com o compromisso de fornecer uma gestão de abastecimento de água e esgotamento sanitário de qualidade, a São Gabriel Saneamento S.A. efetivou a contratação da RoqueCorreia, Automação para realizar a modernização das instalações existentes, bem como para a implantação de melhorias nos sistemas e processos, tanto de produção quanto de distribuição de água tratada.


O escopo de fornecimento da RoqueCorreia, Automação compreendeu as seguintes atividades:


• Elaboração de especificação técnica com diretrizes do projeto;

• Elaboração de projetos elétricos;

• Projeto, montagem, comissionamento e instalação de painéis elétricos;

• Desenvolvimento dos projetos de rádio enlace para telemetria as áreas remotas (pontos de pressão, boosters, etc.);

• Fornecimento de mão de obra para o desenvolvimento das aplicações do sistema de controle e supervisão/telemetria (CLPs, IHMs e supervisório);

• Configuração/parametrização de equipamentos, tais como: inversores de frequência, soft-starters, medidores de vazão, etc.;

• Gestão da obra como um todo no que tange as atividades de instalações elétricas e implantação do sistema de automação.


SOLUÇÃO E FUNDAMENTOS

Estação de tratamento de água

Instalação de quadro de automação (QA) para integração dos painéis de potência existentes. Com a implantação deste, permitiu-se o controle e monitoramento de todos os equipamentos de campo, bem como a realização de sequências automáticas, como por exemplo a lavagem de filtros.


Plataforma de controle (CLP): linha M340 de fornecimento da Schneider Electric. Trata-se de uma série de controladores lógicos programáveis para processo, com alta capacidade de processamento e memória. Além de efetuar o controle dos equipamentos da ETA, este controlador é o responsável pela aquisição dos dados de telemetria das áreas remotas.


Áreas remotas

Remotamente há o controle/supervisão de 33 unidades, entre pontos de pressão, boosters e VRPs (válvulas reguladoras de pressão). A comunicação com estas áreas é realizada via rádio-enlace em UHF, em 2,4 e 5,8GHz, utilizando protocolo de comunicação Modbus TCP.


Figura

Nas remotas utilizou-se duas tecnologias distintas:


1. CLPs da linha Twido para a captação, boosters e VRPs (supervisão e controle);

2. I/Os remotos Advantech para os pontos de pressão e reservatórios elevados (apenas supervisão).


Sistema de supervisão e controle

Levando em consideração a robustez e flexibilidade do sistema, bem como a expertise dos profissionais da RoqueCorreia, Automação na ferramenta, utilizou-se o Elipse E3 como plataforma SCADA, com operação em regime de Hot-standby (redundância).


Um dos grandes trunfos durante o desenvolvimento foi utilizar o conceito de reutilização, tanto de objetos para processamento de dados quanto gráficos. Com esta técnica, tem-se enorme ganho de tempo e qualidade nas aplicações, pois garante a padronização, maior velocidade de processamento das telas (todo o processamento é realizado em segundo plano) e consequentemente há uma diminuição no tempo de desenvolvimento, que se traduzirá futuramente em benefícios também para o cliente, pois os tempos de parada para manutenção e/ou expansão da planta tendem a ser reduzidos conforme já ocorreu no período de desenvolvimento.


Figura

CONCLUSÃO

A implantação de um sistema de controle automatizado para o processo de produção e distribuição de água potável aumentou a simplicidade e eficácia do SAA de São Gabriel, com ganhos na qualidade dos processos e diminuição de custos operacionais (principalmente em função da telemetria).